segunda-feira, 11 de novembro de 2013

THOMAS EDISON

Imagem: Google
EDUCANDO PELO EXEMPLO DE HERÓIS REAIS

Quando citamos aos alunos sobre Thomas Edison, logo ensinamos que foi o responsável por inventar a lâmpada. As crianças e até alguns adultos que estão nas trevas culturais confundem com Aladim. Para os alunos o assunto poderia ficar muito chato, falar sobre a invenção de Thomas Edison,  depende de como vamos abordar o assunto em questão, de como levamos o rumo da conversa, fica muito interessante, se mostrarmos o exemplo de vida de cada personagem aos quais iremos falar. Se  colocarmos o exemplo e a lição de vida, de cada inventor, isso começa a aguçar a curiosidade dos alunos, principalmente porque os alunos precisam ter novos heróis, não aqueles dos filmes ou das revistas em quadrinho, e sim heróis reais, fazendo uma experiência na escola onde lecionei, tive a comprovação de que deu muito certo, o que falta é ânimo aos professores, que nem entraremos no mérito da questão salarial, falta de estímulo, este é um tema para uma próxima.
Mas continuando, expondo a vida de Thomas Édison ou qualquer outro de forma a torna-lo herói destas crianças, um herói que existiu realmente. E se começarmos desta maneira interrogando:
Reclamar, desistir jamais, achamos mesmo que a falta de recursos financeiros, ou algum problema físico, ou obstáculos nos torna incapaz? Achamos mesmo que por ter cometido vários erros acabou com nossa capacidade, e nos sentimos perdedores? Já dá uma ideia de princípio aos alunos, valores que antes nunca pensaram, os faz raciocinar que o aluno pode sim ter um lugar ao sol, aguça e ideia de superação, de que o aluno pode e consegue, colocando sonhos na vida do aluno.
Thomas Édison nos deixou um legado não só na área científica, mas como ser humano, nos deixa lições de vida. Thomas  Édison  diz : Nossa maior fraqueza, está em desistir, quando o caminho mais certo é vencer, é só tentar mais uma vez. Aprendi mais com os erros, do que com os acertos.
Duas das maiores invenções acústicas (que dependem da habilidade de se ouvir sons) foram desenvolvidas por um homem parcialmente surdo. Esse homem foi Thomas Alva Edison, foi educado em casa pela sua mãe, professora, pois aos sete anos tinha sido expulso da escola por ter sido considerado atrasado. Lembrando que alguns alunos são indisciplinados e podem mudar seu comportamento diante de um belo exemplo. Aos 12 anos Thomas Edison começou a trabalhar numa estação de comboios como vendedor de jornais. Mostrando que ele começou com humildade, e que não nasceu em berço esplêndido. Durante esse período da sua vida, a surdez de Thomas Edison começou a tornar-se evidente.
Construiu o seu primeiro laboratório num vagão de trem. Quando salvou o filho do oficial mestre da estação Mount Clemens de ser atingido por um vagão de carga desgovernado, foi recompensado com lições de telegrafia. Aqui esta um exemplo de que quando fazemos uma boa ação recebemos o devido valor é um ciclo. Aos 16 anos de idade, Edison começou o seu primeiro emprego como telegrafista, sua surdez não o impediu de operar o telégrafo e ouvir os sinais grafista em Port Huron. Mostrando aos alunos que a superação é o melhor caminho.
Aos 20 anos, havia aprimorado a sua técnica e era um dos telegrafistas mais rápido da região, fundou o laboratório "Edison", considerado hoje monumento nacional dos Estados Unidos. Veja como a superação nos torna forte.
Logo no ano seguinte ele desenvolveu com sucesso o fonógrafo e o transmissor de carbono para telefones. Outra contribuição feita por ele, foi o hábito de atender-se o telefone dizendo a palavra Alô. Em 1879, Edison obteve êxito ao projetar uma lâmpada elétrica - uma forma barata e de pequenas dimensões de se utilizar a eletricidade para produzir luz.
No entanto a sua invenção mais popular foi a utilização prática da iluminação elétrica para a qual criou ainda mesmo antes de ter desenvolvido totalmente a sua invenção, a companhia de iluminação elétrica "Edison" que recebeu apoio financeiro imediato, graças ao grande prestígio pessoal de que gozava, primeiro serviço de distribuição elétrica da história instalada na cidade de Nova York. Que exemplo de vida como ser humano, sem reclamar, foi em frente no que acreditava, reclamar jamais, se superar sempre, aprender a contornar obstáculo, desenvolver e evoluir, lapidando nossa mente. Obstáculos servem para repensar nossas atitudes.


Imagem: Google


Como sempre digo um bom exemplo vale mais do que mil palavras...  cada um de nós se revela mais pelas atitudes, do que pelas palavras... Thomas Edison é mais uma prova disto... este é um post da Hana que tenho certeza ajudará muita gente que  esta desanimada... que pensa que não pode lutar pelos seus sonhos e objetivos porque quem não acredita em si mesmo não pode realizar nada, por isso tão importante sempre mostrar as coisas positivas e não se deixar influenciar pelas coisas ruins porque se a gente for fazer uma real avaliação o que predomina mais são pessoas que tentam desestimular os outros ou colocar para baixo, a própria mídia no geral é muito negativa em tudo, quase nunca mostra as coisas maravilhosas da vida e os bons exemplos e se  a gente se deixar influenciar por pessoas baixo astral acaba  deixando de fazer muitas coisas boas que  só depende da gente mesmo. 

6 comentários:

  1. Verdade Bia! Parece que o número de pessimistas é sempre maior, xô, xô... Gostei muito de saber da história de vida do Thomas Edson, algumas coisas foram novidades para mim.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá! E como precisamos de heróis reais, que fizeram diferença tanto pela cultura como pelo empenho! abraços

    ResponderExcluir
  3. Olá novamente rs! Fiquei contente pela Srta ter visto a arte do meu pai! abração

    ResponderExcluir
  4. obrigada pela visita em meu cantinho bia, o seu blog também me fascinou, muito bom mesmo. beijos :)

    http://t-alvez-p-oeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Temos carência de valorizar os heróis de verdade, Bia... lindo texto. beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Oi Bia!
    Que belíssimo texto!
    Realmente precisamos de profissionais que façam mais e sempre em prol da educação; e essa idéia de trazer à luz com exemplos de pessoas "normais" que superaram os problemas, achei super interessante!
    Parabéns por não perder a fé e a esperança no futuro que podemos construir desde já...
    Bjkas
    Mila

    ResponderExcluir