terça-feira, 29 de outubro de 2013

VIRTUDES E DEFEITOS

Imagem: mensagenscomamor
Não tenho dúvida que existem pessoas cheias de virtudes e quase nenhum defeito e o contrário também acontece... há pessoas cheias de defeitos e poucas virtudes, isto é uma constatação real. Na vida de cada um há uma convivência com outros seres humanos, algumas vezes por livre vontade e outras obrigatórias pois temos que coexistir devido ao trabalho ou outras situações, mas também existem  pessoas que realmente escolhemos porque a companhia é um imenso prazer e alegria, sentimos bem com determinada pessoa ou grupo normalmente as convivências felizes são as que possuem afinidades, gostos, pensamentos e objetivos em comum. O que posso observar nas diversas convivências é que encontramos pessoas quase perfeitas que são cheias de qualidades e virtudes, tudo o que fazem é admirável e praticamente sem defeitos, por outro lado existem outras que é raro encontrar uma qualidade e predomina uma quantidade enorme de defeitos, isto é verdade e não é questão de dizer que uns são melhores ou piores do que os outros e não devemos fazer julgamentos mas existem sim pessoas que beiram a perfeição e pessoas que tudo o que fazem é prejudicar a si mesmo e aos outros  a sua volta, só que muitos usam a justificativa: “somos imperfeitos” para aprontar e prejudicar os outros e ainda saírem como vítimas e coitadinhos, eu vejo as coisas desta forma, mas eu acredito na perfeição porque já conheci e convivi com seres humanos corretos no qual ser assim é algo natural e espontâneo sem sacrifícios ou artificialismos.

11 comentários:

  1. Há seres humanos de formas infinitas, e se formos buscar as infinitas possibilidades, não sei se encontraremos realmente a equidade entre duas pessoas! abraços

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde querida Bia!
    Que lindo texto! Faz a gente refletir demais!
    A convivência com as pessoas é que nos fazem realmente conhecer cada uma delas em toda a sua essência! Assim, aos poucos vamos notando suas virtudes e seus defeitos! Aprendemos a amar ou até a odiar a pessoa pelo que ela é o se apresenta!
    Seria a coisa mais linda viver em um mundo com pessoas espontâneas e sem artificialidade! Aí sim, seria um mundo perfeito!

    Adorei seu texto querida, muito, muito mesmo!
    Obrigada por essa maravilha!
    Tenha uma ótima semana!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Dizem que família são aqueles que amamos e não aqueles que estamos ligados por laços sanguíneos, é a mais pura verdade, estar com quem amamos nos faz tão bem, nos faz feliz :)
    Quanto a imperfeição de alguns, vivemos em um tempo que se relacionar com pessoas é preciso quase que o tempo todo, e pessoas de diversas personalidades, e ceder em alguns casos, ou simplesmente ignorar alguns atos e atitudes é fundamental para um bom relacionamento, mas muito não seguem essa regrinha a risca, e acabam machucando e ofendendo o próximo por quase nada.
    Obrigada por retribuir a visita Bia, gostei muito de vc por lá ;) Volta mais?
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Realmente bia a diversidade da personalidade humana muitas vezes nos intriga e embora haja pessoas que supomos jamais melhorar ainda assim há esperança de mudança para elas...afinal em nosso ciclo diário somos aperfeiçoados em cada circunstancia que vivemos e isso é o legal da vida poder nascer imperfeito cheio de raizes tortas e com o tempo e muitas vezes com a maturidade vivenciada poder alcançar a perfeição mesmo que em casos raros, atingindo sempre um estágio melhor hoje do que fomos ontem.

    bjss flor, amo seus textos reflexivos!

    ResponderExcluir
  5. Bia,
    Seu texto é ótimo!
    Como você se interessou por Shopenhauer, te deixo aqui uma frase dele, que poderia se encaixar ainda que contraditóriamente ao seu texto. Você vai se incomodar muitooo com ele, mas essa é a ideia.

    "Quase todo o contato com os homens é uma contaminação, uma violação. Chegamos a um mundo habitado por uma classe de criaturas lastimáveis à qual não pertencemos. Devemos estimar e honrar os poucos que são melhores, nascemos para instruir o resto, não para nos associarmos a eles"

    Sobre seu comentário sobre os livros, também prefiro os impressos. Na verdade eu adoro tê-los aqui, pegar, sentir o cheiro! No entanto, estou tentando mudar meus hábitos, pois ler no tablet é muito mais prático. Não carrego o peso de 700 páginas rsrsr. Um tablet não pesa nem 1 kg! Além disso se quer pesquisar sobre algum assunto em discussão, vai na internet (no tablet) e tem a resposta em minutos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Bia, o comentário da Adriana Helena expressou exatamente o que eu penso sobre o assunto. Somente uma convivência mais próxima é capaz de mostrar a real personalidade das pessoas. Acho que todos nós temos qualidades e defeitos, tomara que sempre tenhamos amigos verdadeiros que nos aponte onde devemos melhorar.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Não temos direito de julgar ninguém nesta vida....
    BeijomLisette,

    ResponderExcluir
  8. Oi Bia,

    eu acredito que pessoas sejam como moedas, tem um lado bom e um lado ruim. O que depende é qual lado estao se mostrando, pois ninguem consegue se equilibrar por muito tempo...

    bjsss

    ResponderExcluir
  9. BIA, estou seguindo o seu blog primeiro porque o achei muito interessante e inteligente, e segundo para a gente trocar figurinhas para animar a nossa amiga em comum (engenheira), Dé.
    Valeu, BIA. Suporte-me um pouco, rs...rs!
    :)
    Beijos,
    Manoel - Blog do Óbvio

    ResponderExcluir
  10. Texto mais do que reflexivo! É pra ler, pensar e olhar para trás. bj

    ResponderExcluir
  11. Acho que o maior desafio da vida é conviver com as pessoas e não sobreviver auhauaa

    Kisu!

    ResponderExcluir