sábado, 7 de setembro de 2013

SENADO, PARA QUÊ?

Imagem: Google
Senado, para quê?
por Lucio Barcelos*

Em 2010, de acordo com fontes governamentais, o Senado da República vai custar ao bolso dos contribuintes a bagatela de R$ 3 bilhões.

São 81 senadores, rodeados por uma corte de 6 mil funcionários. Em números absolutos, significa dizer que cada senador, anualmente, custa uma média de R$ 37 milhões aos cidadãos que pagam impostos. E, neste momento, depois de o governo ameaçar não aprovar os 7,7% para os aposentados, utilizando o mais do que desgastado argumento de uma possível quebradeira na Previdência, o Senado aprova um aumento de 25% no salário de seus funcionários. É uma atitude que dá uma medida da distância que separa a “Câmara Alta” da sociedade que ele deveria representar.

Do meu ponto de vista, já há muito tempo, o Senado passou a ser uma instituição ilegítima. O termo mais adequado seria “espúria”, mas, para não passar a ideia de intransigente e radical, fico com o “ilegítima”. Na verdade, creio que deveríamos ter uma representação unicameral, com candidatos eleitos para uma única legislatura, com mandados revogáveis a qualquer momento e com voto facultativo. Não creio que fosse resolver o problema da farsa parlamentar, mas, certamente, reduziria o nível de dissociação esquizofrênica e corrupção, hoje instalados na representação parlamentar.

O mais importante disso tudo é que poderíamos utilizar esses R$ 3 bilhões e mais os 25% de aumento, para melhorar nosso sistema público de saúde. Que, como é de conhecimento geral, continua em crise, com um modelo equivocado e sem um financiamento adequado.

Com esse dinheiro todo, poderíamos ampliar a rede básica de saúde, fator primordial na sustentação do sistema de saúde. Estimando que o custeio de uma Equipe de Saúde da Família gire em torno de R$ 360 mil/ano, seria plenamente possível manter mais 8.334 equipes/ano. Só para ter uma ideia, no Rio Grande do Sul existem 1,2 mil Equipes de Saúde da Família em atividade, correspondendo a 39% da cobertura necessária. Com esses valores, conseguiríamos alocar mais 1.876 equipes para uma cobertura ideal, e ainda sobrariam recursos para implantar mais 6.458 equipes em outros Estados. Ou ficaríamos com mais um naco desse dinheiro e colocaríamos em funcionamento o Laboratório Farmacêutico do Estado (Lafergs), que está, de uma forma criminosa, parado há mais de 20 anos, ali na Avenida Ipiranga.

*Médico sanitarista, ex-secretário de Saúde de Porto Alegre

FONTE: Jornal Zero Hora

Este é um artigo que eu já tinha postado anteriormente, mas resolvi repostar novamente porque tem tudo à ver com o atual momento político e a data de hoje. Eu penso assim também, acho que não precisa deste absurdo de parlamentares, para quê tantos Senadores, Deputado Federal, Deputado Estadual, Vereadores, Ministros, Secretários, Assessores, além dos Governantes, Prefeitos e demais agregados, um excesso que realmente não é necessário. Pior é que fazem leis em benefício deles próprios e prejudicam todo o povo.  É inacreditável que o Congresso Nacional seja presidido por alguém que é condenado acusado e comprovado de peculato, falsidade ideológica e desvio de verba pública, o que ele está fazendo lá? É realmente nojento e revoltante tudo isto. Deviam colocar todos os corruptos na cadeia e fazerem devolver todo o dinheiro roubado e aplicar este dinheiro desviado na prevenção, saúde, educação e segurança!!!

12 comentários:

  1. é sempre bom levar-nos a uma bela reflexão sobre nossas escolhas nas urnas!!

    bjsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tallita!!!

      Esperamos que na próxima eleição as pessoas pensem bem antes de votar e parem de eleger os mesmos corruptos de sempre.

      Bjs :)

      Excluir
  2. Esse é o tipo de texto que está em falta na mídia.

    Estou te seguindo.

    Um bom domingo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!!! Todos devemos fazer nossa parte. Uma boa semana!!! :)

      Excluir
  3. Isso é o Brasil Bia, infelizmente! Muita sujeira e falcatruas, confesso que há momentos em que sinto um desânimo, tento ver luz no fim desse tenebroso túnel, mas tá difícil.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Néia, dá um nojo tudo isto... é a ditadura da corrupção... espero que o povo fique mais esperto e consciente e pare de eleger estes ladrões.

      Bjs :)

      Excluir
  4. “A liberdade de eleição permite que você escolha o molho com o qual será devorado.”
    ~Eduardo Galeano

    Cumprimentos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fernando!!!

      Por isso que muitos anulam o voto, é cada um pior do que o outro, desconhecem o que é honra e dignidade, estão estampados nos jornais como corruptos e ladrões... envergonham o país e a própria família, de alguma forma é uma punição porque todo mundo sabe quem eles são.
      Abraço :)

      Excluir
  5. Nossos nojosos políticos são uma vergonha...
    Beijo Lisette.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lisette!!!

      Nojosos mesmos,chega a ser surreal e inacreditável, como pode eles não terem vergonha na cara???!!!

      Bjs :)

      Excluir
  6. Fez muito bem em postar de novo, Bia. Isso é vergonhoso e podre. Excelente texto. bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Sérgio!!! É tudo tão revoltante, corruptos estão na história de maneira indigna e covarde. Precisamos de homens que honrem um povo, que deixem marcas de lutas e dignidade ao invés de corrupção, desonestidade e guerras.

      Bjs :)

      Excluir