segunda-feira, 17 de junho de 2013

O CÉREBRO


Imagem: Google
O NOVO CÉREBRO – Como Criar Resultados  Inteligentes - Dr. Nelson Spritzer 

Já faz um tempinho que eu li este livro “O Novo Cérebro” e gostei muito, sempre me interessei por estudos sobre o cérebro e tudo que estivesse relacionado ao assunto, por isso lia tudo o que encontrava com este tema, não há como duvidar de uma abordagem científica comprovado através de anos de pesquisas e  estudos,  a mente é uma máquina perfeita e a ciência exemplifica isto muito bem.  De acordo com os especialistas o livro reune conceitos sobre neurologia, comunicação e pensamento, pretende ensinar as pessoas a usarem seu potencial cerebral como forma de obter resultados positivos em sua vida profissional e pessoal. No livro, Spritzer explica que o cérebro está dividido em primitivo, animal e nos hemisférios direito e esquerdo, descrevendo as características e funções de cada um. O autor mostra como as nossas crenças e o nosso poder de comunicação estão relacionados a estes cérebros. O objetivo do trabalho é ajudar o leitor a entender e dominar esta relação. Achei interessante principalmente a parte que ele compara aos animais mostrando  quatro sistemas, o Tubarão, a Águia, o Peixe e o Golfinho, realmente curioso e esclarecedor. Fala sobre a relação entre o uso preferencial ou predominante dos vários cérebros e as características de personalidade e comportamento humano, se as pessoas usam mais algumas área do cérebro e menos outra.  Eu sempre tive mania desde a época do colégio de destacar no próprio livro com canetinhas coloridas os parágrafos e frases que achava interessante e agora também coloco no meu blog os trechos dos livros que leio e gosto, já que muitas vezes circula coisas que nem são verdadeiras porque não divulgar o que é científico direto do livro. Aqui alguns trechos:

“Você tem em sua cabeça “programas” de computador chamados crenças. Seu cérebro foi fabricado com algumas crenças que, portanto, operam desde o seu nascimento. Outras, a maioria, vieram depois. Pois são estas crenças que fazem o modo como você funciona na vida, como resolve seus problemas, como se motiva, como aprende (ou deixa de aprender), como memoriza, como ama, como odeia, como você é você mesmo.”  Pág. 12

Estruturas do Neurônio - Sistema Nervoso Central
Imagem: Google


“Nada acontece por acaso. Não existe acaso, existe sincronicidade. Ou você acha que nós humanos, poeiras de estrelas num vasto e infinito Universo, vindos de diversos lugares, com diversas idades, vivendo vidas diferentes, carreiras diversas, de repente nos encontramos por estas linhas. Não mesmo! Você não está lendo estas linhas por acaso. Tínhamos um encontro marcado.” Pág. 13

 “Como tudo o que o ser humano anda fazendo neste mundo é espelho de si mesmo.” Pág. 17

“Ninguém refuta, ninguém discute. Se Você disser que o sol é um corpo celeste que emite energia e ao redor do qual a Terra orbita, simplesmente,  em nossa cultura atual, em nossa civilização, não há discussão sobre o assunto. Todos estarão de acordo sobre isso.  Por quê? Porque fatos não se discute, se aceita! É muito difícil ver pessoas de uma mesma cultura e nível intelectual divergirem e brigarem sobre fatos. Não dá para discutir fatos.”  Pág. 19
 
Sinapses
Imagem: Google


“Devemos ter a coragem de mudar o que pode ser mudado, a tolerância para aceitar o que não pode ser mudado e a sabedoria para distinguir as duas situações.”  Pág. 60

“O mundo é como é. Eu me adapto e faço da minha existência algo significativo para melhorar o mundo segundo minha própria visão de como as coisas deveriam ser. Em outras palavras, posso ser feliz fazendo, com ações efetivas, o mundo ser mais como eu gostaria que fosse, do que ser infeliz porque o mundo não é exatamente como eu desejo que seja.”    Pág. 60

“Aqui mesmo no Brasil, onde a miséria e a fome infelizmente são ainda tão comuns, vimos recentes cenas de toneladas de alimentos sendo enterradas porque apodreceram por má armazenagem enquanto que a poucos quilômetros daquele local  milhares de homens, mulheres e crianças sobrevivem comendo pedaços de rapadura ou lixo.” Pág. 64

“As coisas usualmente vão bem e, quando não vão, eu posso lidar com elas. Não preciso gastar minha energia me preocupando. Se você sofrer por antecipação, quando as coisas derem erradas você já sofreu muitas vezes mais do que o sofrimento que lhe caberia! Ora, se tiver que sofrer, sofra uma vez só. O homem sofre antes do necessário sofre mais do que o necessário.” Pág. 61

“Eu sou responsável pelo que de bom ou ruim me acontece, sou responsável por como me sinto e o que faço a respeito. Se tive um dia ruim fui eu quem permitiu que assim fosse. Se tive um dia incrível, eu mereço o crédito. Não é responsabilidade de ninguém mudar para que eu possa ficar bem. Sou eu que estou encarregado da minha vida.” Pág. 67

“Cada dia é um novo dia. Só posso viver o aqui e o agora. É ridículo prender-se ao que já passou da mesma forma como é rídiculo ficar engessado temendo o que ainda nem aconteceu.” Pág. 68

“Os nossos sentidos funcionam como num espelho de face dupla. Percebem realidade externa e realidade interna. Vemos o que ocorre ao nosso redor e “vemos” as imagens contidas em nossos pensamentos. Você pode focar sua visão em algo que interesse e deixar de fora outros estímulos. Do mesmo modo, pode focar uma parte do seu pensamento.” Pág. 83

“Para conseguir se comunicar com excelência você precisa apenas ser você mesmo.” Pág. 116

4 comentários:

  1. Oi Bia!
    Que assunto instigante... realmente o cérebro é um mundo ainda a ser explorado e analisado...
    Pensar que somos parte daquilo que ele nos determina é interessante, e que o restante vamos costurando conforme nossa existência e nossas internalizações... fascinante!
    Tirei a tarde pra visitar as amigas e desejar um linda semana!
    Bjkas
    Mila

    ResponderExcluir
  2. Que interesaante, Bia, fiquei com vontade de ler o livro. beijos

    ResponderExcluir
  3. Bia, muito interessante esse livro e os trechos que você destacou são maravilhosos!

    Beijos

    ResponderExcluir